Honduras

    População - 8,893,259

    Capital - Tegucigalpa

    Língua oficial - Espanhol

    Moeda oficial - Lempira

    Código Internacional de telefone - +504

    Fuso horário - UTC/GMT -6

    Principais aeroportos - Aeroporto Internacional Ramón Villeda Morales (San Pedro Sula) | Aeroporto Internacional Toncontín (Tegucigalpa)

    Pontos turísticos das Honduras

    Copán

    Ruínas de Copán, Honduras

    Localizado no Oeste das Honduras, Copán é um sítio relativamente pequeno, mas popular. As decorações esculpidas nos edifícios de Copán são algumas das melhores obras sobreviventes da antiga Mesoamérica. Algumas das estruturas de pedra datam do século IX a.C. A cidade tornou-se um dos mais importantes sítios Maias no século V, com mais de 20 mil habitantes, mas foi misteriosamente abandonada alguns séculos mais tarde.

     

    Copán é a cidade Maia mais estudada do mundo e Património Mundial da UNESCO e foi descoberta em 1570 por Diego García de Palacio. O explorador encontrou vestígios de uma sociedade estratificada, profundamente simbólica e focada na tradição. Copán é famoso pelas colunas de pedras esculpidas (stelae) e os altares dispersos na praça central - a maioria erigidos durante os anos 711 e 736.

     

    Outros destaques incluem a Escadaria Hieroglífica, um templo que contém o texto Maia mais antigo e a Acrópole, com relevos esculpidos dos 16 reis de Copán. A menos de dois quilómetros da acrópole central, o sítio arqueológico de Las Sepulturas faz parte do Projecto Arqueológico Copán e dispõe de informações valiosas sobre como a elite Maia viveu nos tempos anteriores ao colapso de Copán.

    Cayos Cochinos

    Cayos Cochinos, Honduras

    O arquipélago de Cayos Cochinos é um paraíso tropical. Consistindo em vários ilhéus e duas ilhas principais - Cochino Grande (o maior, a Nordeste) e Cochino Pequeño - Cayos Cochinos oferece um retiro tranquilo para quem deseja usufruir da beleza natural das Honduras, sem a agitação de multidões.

     

    Este grupo de pequenas ilhas, de propriedade privada, situa-se a 17 quilómetros da costa, perto do antigo porto de bananas de La Ceiba. As ilhas e os recifes de coral negros em redor são uma Reserva Biológica Marinha e permanecem intocadas devido à sua localização remota e difícil acesso. Esta é uma verdadeira experiência de contacto com natureza virgem. Cayos Cochinos proporciona óptimas condições para snorkeling, mergulho, caminhadas e observação de aves.

     

    Uma das caminhadas populares é a subida ao farol para desfrutar de vistas panorâmicas da área. Além disso, as ilhas apresentam praias deslumbrantes que são ideais para nadar e mergulhar. Não há estradas ou automóveis aqui, mas há percursos que ligam as praias a aldeias tranquilas. As ilhas são acessíveis apenas por barco de La Ceiba, Roatán ou Utila.

     

    As opções de alojamento incluem resorts ecológicos, bem como redes ou cabanas em aldeias Garifuna. Os "Garifuna são comunidades que residem nas Honduras, Guatemala, Nicarágua e Belize e que resultam da fusão de raças entre vários grupos originários de África e do Caribe.

    Reserva da Biosfera de Rio Plátano

    Situada na na bacia do Rio Plátano, a reserva forma um mosaico de floresta tropical, com lagoas, praias imaculadas, mangais e vastas pastagens. Em 2011, a UNESCO colocou esta zona maciça de selva, ao longo da remota Costa dos Mosquitos (ou Mosquitia Hondurenha), na lista de Património Mundial em Perigo, já que esta é uma das poucas florestas tropicais restantes na América Central.

     

    Imersa em humidade tropical, esta importante área selvagem abriga enorme diversidade de vida selvagem, incluindo macacos, araras vermelhas, tartarugas gigantes, tucanos e antas. Todavia, continuam a surgir relatos de exploração madeireira e caça que ameaçam estes frágeis habitats. Na Reserva da Biosfera de Rio Plátano existem também sítios arqueológicos.

     

    A paisagem montanhosa é refúgio para mais de dois mil povos indígenas das tribos Miskito e Pech e Garifuna, que continuam a viver um estilo de vida tradicional. A maneira mais segura de explorar a Reserva da Biosfera do Rio Plátano é através de uma visita organizada. Várias empresas de ecoturismo organizam viagens pela reserva e rafting no Rio Plátano.

    Rio Cangrejal

    Kayak no Rio Cangrejal, Honduras

    Um local popular para quem procura emoções, Rio Cangrejal é o principal destino da América Central para kayak e rafting. Com os seus longos rápidos de água branca, que desaguam violentamente entre rochas, o rio oferece uma elevada dose de adrenalina. Quatro secções distintas estão identificadas de acordo com os níveis de experiência, variando de inexperiente até avançado.

     

    Existem vários operadores turísticos disponíveis na área para organizar excursões, bem como guias treinados para ajudar principiantes a aprender as manobras básicas de rafting e kayak.

    Utila

    Peixe porco em Utila, Honduras

    Utila é considerado um dos melhores destinos de mergulho no Caribe. A cerca de 32 km da costa oeste de Roatán, Utila é uma ilha das Honduras, com 13 km de extensão que, juntamente com Roatán e Guanaja, integra as Ilhas da Baía (Bay Islands). Por se tratar de um destino amigo da bolsa, devido aos preços baixos, mochileiros fazem desta zona um local obrigatório de visita nas Honduras.

     

    Os cursos Open Water são bem mais baratos no Caribe e Utila certifica, alegadamente, mais mergulhadores do que qualquer outro lugar do mundo. Os operadores de mergulho também proporcionam aos visitantes a oportunidade de mergulhar ou nadar com tubarões-baleia. Estas criaturas gigantes são avistadas nas águas da Ilha de Utila entre Março e Abril e entre Agosto e Setembro.

    O mergulho não é, no entanto, a única característica que faz de Utila uma atracção turística popular. Além de outras actividades aquáticas como natação, snorkeling, paddle-boarding e kayak, os visitantes podem passear a pé ou a cavalo através da selva, explorar cavernas e subir colinas para desfrutar de vistas panorâmicas.

    Roatán

    Porto, Roatán, Honduras

    Roatán é uma das Ilhas da Baía, no Mar do Caribe, e uma escala popular para navios de cruzeiro. A ilha de Roatán é uma das atracções turísticas mais populares nas Honduras devido à bela paisagem e variedade de actividades. Com praias deslumbrantes e recifes de coral, Roatán oferece oportunidades de mergulho, snorkeling e natação. Roatán é a maior e mais desenvolvida das Ilhas da Baía. Mesmo com o afluxo de viajantes, as praias de Roatán são bonitas, com águas claras e extensas palmeiras, ainda que estejam repletas de gente nos dias que chegam os navios de cruzeiro.

     

    O Porto Francês é o maior porto de pesca de Roatán e o motor económico da ilha. A pequena comunidade de Sandy Bay é o centro cultural de Roatán. As principais atracções aqui incluem o Instituto Roatán de Ciências Marinhas, o Museu Roatán, os Jardins Carambola e o Parque Marinho de Roatán. A ilha também possui um santuário de iguanas e o Jardim das Borboletas. Na costa noroeste de Roatán, o Instituto Roatán de Ciências Marinhas educa os moradores e visitantes sobre a ecologia marinha e pode-se ainda desfrutar de uma experiência de mergulho com golfinhos.

    Quando visitar as Honduras

    O clima tropical divide o ano em duas estações nas Honduras, o que corresponde a um Verão seco, entre Novembro e Abril, e um Inverno chuvoso, entre Maio e Outubro, com altas temperaturas e forte humidade, podendo também a costa ser afectada por ciclones. As chuvas mais fortes acontecem em Junho e Julho. Em grande parte do país chove apenas algumas horas à tarde, embora ao longo da costa norte e em Mosquitia possa chover durante todo o ano.

     

    Mas, o clima nas Honduras é ditado pela altitude. No planalto central, o clima é agradavelmente quente durante o dia e fresco à noite. San Pedro Sula e outras cidades de baixa altitude podem ser escaldantes no Verão. A melhor época para visitar as Honduras, com excepção da costa do Caribe, é entre Março e Maio.

    Honduras - Estado do tempo



    Segurança nas Honduras

    Antes de partir em viagem é extremamente importante verificar as condições de segurança no país e região que vai visitar. Há vários motivos para dar uma vista de olhos nas informações detalhadas sobre segurança. Primeiro, pela sua própria salvaguarda e, também, para planear melhor a sua viagem. Depois, para se manter actualizado caso ocorra alguma situação menor ou grave durante a sua estadia nas Honduras.

    O meu conselho é que, mesmo antes de reservar o voo para o seu destino de eleição, espreite o site Governo inglês e verifique se existe alguma indicação de problemas. Alguns exemplos que podem surgir antes ou durante a sua estadia e que merecem monitorização permanente são: atentados em Londres, manifestações na Venezuela, greves e cortes de estrada na Bolívia, furações nas Caraíbas, inundações na Ásia, ou fogos florestais em Portugal ou na Austrália.


    Além disso, o site dispõe - para alguns países - de mapas regionais detalhados indicando os locais e regiões em que é desaconselhada a visita para turistas. O site é actualizado com muita regularidade para todos os países. A informação está, obviamente, escrita em inglês, mas caso tenha dificuldade em perceber a língua inglesa pode optar por um tradutor online como o Google.

    Artigos sobre as Honduras


    Ainda não existem artigos escritos sobre as Honduras.

    Convido-o a explorar outros destinos de viagem nos Lugares Incertos