Início ÁsiaTibete

    Tibete

    População - Indefinida - Entre 3 e 6 milhões de habitantes

    Capital - Lhasa

    Língua oficial - Mandarim

    Moeda oficial - Renmimbi (Yuan)

    Código Internacional de telefone - +86

    Fuso horário - UTC/GMT +8

    Principais aeroportos - Aeroporto de Lhasa Gonggar (Lhasa) | Aeroporto de Qamdo Bangda (Bangda)

    Pontos turísticos do Tibete

    Palácio de Potala

    Uma das estruturas históricas mais reconhecíveis do Tibete é o Palácio de Potala, em Lhasa. Construído como fortaleza e residência para o Dalai Lama, foi durante séculos o centro do poder político e religioso. O palácio consiste em duas secções: o Palácio Vermelho, construído no século XVII, é o santuário sagrado dedicado ao estudo religioso e oração budista. O palácio branco é a secção secular que contém escritórios e dormitórios.

     

    O Palácio Potala simboliza o budismo tibetano e seu papel central na administração tradicional do Tibete. Com mais de 1000 quartos, continha os alojamentos do Dalai Lama. Manteve-se como a residência do Dalai Lama até o 14º Dalai Lama ter fugido para a Índia, depois da invasão da China em 1959. O palácio também contém artefactos raros, como manuscritos budistas escritos à mão e presentes de imperadores chineses.

    Lalung La

    Ao viajar do Tibete para o Nepal a parte mais reconhecida é ao longo do Lalung La. Este local é célebre por apresentar vistas incríveis dos Himalaias e do Evereste, descendo depois de forma acentuada por estradas estreitas e sinuosas, através de montanhas, florestas e desfiladeiros.

    Evereste

    Situada a 8848 metros acima do nível do mar, na fronteira entre o Tibete e o Nepal, o Evereste é a montanha mais alta do mundo. Muitos viajam apenas para ver as vistas panorâmicas, mas outros deslocam-se ao Evereste com o sentimento de conquista, de subir ao topo da montanha e tocar o céu com os pés na terra.

     

    Uma grande parte dos viajantes acaba por caminhar até ao Campo Base do Evereste, mas através do Nepal.

    Quando visitar o Tibete

    Entre Dezembro e Março o tempo, no Tibete, é extremamente frio e a neve uma constante. De Maio a Outubro é a melhor altura para visitar o Tibete, quando o tempo não está muito frio - média de 11°C. Este período coincide, claro, com a época alta.

     

    Julho e Agosto são os meses chuvosos no Tibete, embora, além da zona Sudeste, a chuva seja reduzida. Os melhores meses para acampar são Maio e Setembro, quando a chuva é quase inexistente.

    Tibete - Estado do tempo



    Segurança no Tibete

    Antes de partir em viagem é extremamente importante verificar as condições de segurança no país e região que vai visitar. Há vários motivos para dar uma vista de olhos nas informações detalhadas sobre segurança. Primeiro, pela sua própria salvaguarda e, também, para planear melhor a sua viagem. Depois, para se manter actualizado caso ocorra alguma situação menor ou grave durante a sua estadia no Tibete.

    O meu conselho é que, mesmo antes de reservar o voo para o seu destino de eleição, espreite o site Governo inglês e verifique se existe alguma indicação de problemas. Alguns exemplos que podem surgir antes ou durante a sua estadia e que merecem monitorização permanente são: atentados em Londres, manifestações na Venezuela, greves e cortes de estrada na Bolívia, furações nas Caraíbas, inundações na Ásia, ou fogos florestais em Portugal ou na Austrália.


    Além disso, o site dispõe - para alguns países - de mapas regionais detalhados indicando os locais e regiões em que é desaconselhada a visita para turistas. O site é actualizado com muita regularidade para todos os países. A informação está, obviamente, escrita em inglês, mas caso tenha dificuldade em perceber a língua inglesa pode optar por um tradutor online como o Google.

    Artigos sobre o Tibete


    Ainda não existem artigos escritos sobre o Tibete.

    Convido-o a explorar outros destinos de viagem nos Lugares Incertos