Início ÁsiaChina

    China

    População - 1,373,541,278 (Julho 2016 est.)

    Capital - Pequim

    Língua oficial - Mandarim e Cantonês

    Moeda oficial - Renmimbi (Yuan)

    Código Internacional de telefone - +86

    Fuso horário - UTC/GMT +8

    Principais aeroportos - Aeroporto Internacional de Pequim | Aeroporto Internacional Shanghai Pudong | Aeroporto Internacional de Guangzhou Baiyun

    Pontos turísticos da China

    Terraços de arroz de Hani e Longji

    Os terraços do arroz de Hani estão situados nos sopés da montanha de Ailao em Yuanyang e, consta que, terão sido cultivados nos últimos mil anos. Cultivados à mão pelo povo Hani, estes terraços de arroz transformaram uma colina estéril numa zona exuberante. A água é preservada na floresta e canalizada para os terraços para irrigação.

     

    Por seu turno, os terraços de arroz de Longji, nos arredores de Longsheng, foram construídos há mais de 500 anos, durante a Dinastia Ming. Os arrozais de Longji ficam a cerca de duas horas de carro de Guilin, no Sudoeste da China.

     

    A melhor altura para visitar os terraços de arroz é entre Dezembro a Março, quando as chuvas enchem os arrozais, criando um cenário fantástico.

    Huangshan

    Um dos principais destinos turísticos da China, o Monte Huangshan é uma cordilheira no leste da China. Designada também a Montanha Amarela, a região é reconhecida pela sua paisagem, com intensas cores ao pôr-do-sol sob os picos de granito. É comum os picos estarem levemente ofuscados pela neblina, parecendo que tocam o céu. Existem muitos degraus para subir e observar a vista. Se a preguiça, ou cansaço, o impuserem pode subir a bordo de um teleférico.

    Rio Li e Guilin

    A cidade de Guilin, no Nordeste da província de Guangxi, possui algumas das mais belas paisagens da China e é famosa pelos rios cristalinos.

     

    Um cruzeiro, de um dia ou vários, pelas tranquilas águas do Rio Li, entre Guilin e Yangshuo é umas das razões principais que motivam os turistas a visitar. O rio - onde barcos de pesca tradicionais navegam calmamente - serpenteia pelas montanhas cobertas de neblina. Tudo isto confere à paisagem um tom celestial, tendo servido de inspiração a poetas e artistas.

     

    Com a sua deslumbrante paisagem e distante do caos das grande metrópoles, a paisagem ao longo do Rio Li é uma das principais atracções turísticas da China.

    Pandas Gigantes

    Uma viagem à China sem visitar a Grande Muralha, ou avistar um panda gigante pareceria sempre incompleta. Ainda que em todos os zoológicos existam pandas para admirar, o melhor é fazê-lo mais perto do habitat natural, em Chengdu. A China instalou aqui uma base científica de criação e conservação de pandas gigantes e é possível assistir de perto às vivências destes simpáticos animais.

    Pequim

    A história de Pequim remonta a mais de três mil anos e grande parte dessa história ainda está viva dentro das suas fronteiras, com locais enigmáticos como a Praça Tiananmen ou a Cidade Proibida. Um túnel subterrâneo liga os dois locais, pelo que pode facilmente transitar entre ambos.

     

    Pode ainda admirar, em Pequim, os típicos jardins chineses, a arquitectura antiga e moderna ou saborear-se em cada canto com a culinária chinesa. Tal como em todas as grandes atracções turísticas na China, o melhor é visitar no início do dia para evitar os grandes aglomerados.

    Grande Muralha da China

    A Grande Muralha da China, Património Mundial da UNESCO, é a atracção turística principal deste gigante asiático e um dos maiores feitos de engenharia do homem. A muralha estende-se por mais de seis mil quilómetros entre Gansu, a Oeste, e Shanhaiguan, no Mar de Bohai, a Este, serpenteando colinas, desertos, montanhas e planaltos.

     

    A Grande Muralha da China foi construída, reconstruída e conservada entre o século V a.C e o século XVI para proteger as fronteiras do Império chinês dos ataques das tribos nómadas do Norte.

     

    A maioria das pessoas visita este autêntico museu ao ar livre nos arredores de Pequim, na zona de Badaling, onde é mais facilmente acessível e onde serpenteia sobre os cumes das montanhas. No entanto, existem outras secções que podem ser visitadas como Gubeikou, Jinshanling, Mutianyu ou Simatai. A dimensão da Grande Muralha da China é tal que se diz conseguir ser avistada do espaço.

    Parque Nacional de Zhangjiajie

    Fundado em 1982, Parque Nacional de Zhangjiajie foi o primeiro parque florestal nacional a ser designado na China. A paisagem é composta por linhas de água límpidas, picos de granito com aparência incomum, vida selvagem e vegetação tropical abundante. O cenário é encantador.

    Jiuzhaigou

    Vale de Jiuzhaigou, China.

    O Vale de Jiuzhaigou foi descrito como um paraíso devido às variadas cataratas, montanhas cobertas de neve e dezenas de lagos que variam intensamente de cor entre azul, turquesa e esverdeado. Este é também o habitat natural para pandas gigantes, embora seja quase uma missão impossível avistá-los, devido à extensão da região.

    Xangai

    Localizado no Mar da China e na foz do Rio Yangtze, Xangai é a maior cidade e a mais moderna da China. Arranha-céus, centros comerciais e hotéis de luxo lutam pelo espaço e pelo prémio de melhor design e tamanho. Xangai é quase um mundo à parte em relação a todo o restante território chinês.

    Quando visitar a China

    Este país enorme país é afectado por uma grande variedade de climas, que vai do tropical ao temperado. A Manchúria e o lado Nordeste da China, como Shenyang e Pequim são caracterizadas por Invernos frios - de Novembro a Abril. As temperaturas podem atingir -25°C, a Norte, e -15°C, a Sul. O resto do ano é mais suave com temperaturas quentes e um período de monções que torna o clima húmido e chuvoso, entre Junho e Agosto. O Outono é o melhor momento para visitar o Norte da China, bem como os meses de Abril e Maio.

     

    A zona Central e Sul da China beneficiam de um clima mais temperado com ausência de um Inverno rigoroso. No Centro, de Junho a Setembro, a monção está em pleno andamento com chuva abundante e humidade insuportável. Abril, Maio, Setembro e Outubro são os meses mais favoráveis para visitar a zona central da China.

     

    No Sul, em Hong-Kong em particular, as questões climáticas são acentuadas. As fortes chuvas da monção - de Maio a Agosto - associam-se a uma atmosfera sufocante e convidam tufões devastadores em Setembro. Portanto, no Sul da China, a melhor altura para visitar é entre Novembro e Dezembro.

     

    Globalmente, a melhor altura para visitar a China é na Primavera ou Outono, quando o clima é mais temperado.

    China - Estado do tempo



    Segurança na China

    Antes de partir de viagem é extremamente importante verificar quais as condições de segurança no país e região que vai visitar. Há vários motivos para dar uma vista de olhos nas informações detalhadas sobre segurança. Primeiro, pela sua própria salvaguarda e, também, para planear melhor a sua viagem. Depois, para se manter actualizado caso ocorra alguma situação menor ou grave durante a sua estadia na China.


    O site do Governo inglês é actualizado com muita regularidade para todos os países e o meu conselho é que, mesmo antes de reservar o voo para o seu destino de eleição, espreite o site e verifique se existe alguma indicação de problemas. A informação está, obviamente, escrita em inglês, mas caso tenha dificuldade em perceber a língua inglesa pode optar por um tradutor online como o Google.


    Alguns exemplos que podem surgir antes ou durante a sua estadia e que merecem monitorização permanente são: atentados em Londres, manifestações na Venezuela, greves e cortes de estrada na Bolívia, furações nas Caraíbas, inundações na Ásia, ou fogos florestais em Portugal. Além disso, o site dispõe - para alguns países - de mapas regionais detalhados indicando os locais em que é desaconselhada a visita para turistas.

    Artigos sobre a China