Início ÁfricaSeychelles

    Seychelles

    População - 93,186 (Julho 2016 est.)

    Capital - Victoria

    Língua oficial - Crioulo, Inglês, Francês

    Moeda oficial - Rúpia

    Código Internacional de telefone - +248

    Fuso horário - UTC/GMT +4

    Principais aeroportos - Aeroporto Internacional das Seychelles (Ilha Mahé)

    Pontos turísticos das Seychelles

    La Digue

    praia de Petit Anse, nas Seychelles

    La Digue, é um paraíso para os amantes da natureza e aqueles que procuram uma amostra da vida tradicional das Seychelles, onde bicicletas e carroças são modos de transporte. Deslumbrantes praias de areia branca e rochas de granito preenchem a costa e o destaque assenta, sobretudo, em três das praias mais bonitas do mundo: Anse Source D'Argent, Grand Anse e Petit Anse.

     

    Outras atracções turísticas incluem a Reserva Natural de Veuve, que abriga o ameaçado papa-moscas negro, também chamado de "o viúvo" por causa das suas penas de cauda preta. Aqui pode visitar o L'Union Estate, onde pode passear a cavalo e visitar a plantação de baunilha e antigas casas crioulas. Mergulho e escalada também são actividades populares em La Digue.

     

    Alugue uma bicicleta, ou solicite uma na sua unidade hoteleira, e explore La Digue. Para chegar a Anse Source d'Argent não é necessário grande esforço, mas para chegar ao paraíso que são Grand Anse e Peti Anse terá de suar bem mais, num caminho por vezes não sinalizado e que envolve subir e descer encostas e atravessar bosques. Mas, o esforço será recompensado com uma paisagem de sonho e despida de turistas (ver imagem acima).

    Anse Lazio

    Barco à vela na praia Anse Lazio, Seychelles

    Na costa norte da Ilha de Praslin, Anse Lazio é uma das praias mais pitorescas da ilha. Flanqueada por pedras de granito arredondadas, este longo trecho de areia dourada funde-se com águas cristalinas em tonalidades de azul brilhante. A extremidade leste é protegida por recifes de coral e oferece excelentes oportunidades de natação e snorkeling. Anse Lazio, na ponta noroeste da ilha, é perfeita de todos os ângulos e aparece em quase todas as listas das praias mais bonitas do mundo. Apesar de sua popularidade, nunca se sente cheia.

    Ilha Curieuse

    Tartaruga gigante Aldabra, Ilha Curieuse, Seychelles

    Conhecida como a Ilha Vermelha, devido à cor dos solos, a Ilha Curieuse é agora a base para um programa de reprodução de tartarugas gigantes, que vagueiam livremente pelas enseadas de areia. Com menos de 8 km2, Curieuse é o único lugar, além de Vallée de Mai, onde o Coco de mer cresce naturalmente.

     

    Outrora, a ilha abrigou uma colónia de doentes leprosos e agora os visitantes podem explorar as ruínas desta antiga leprosaria na costa sul, bem como a casa do médico, um monumento nacional preservado. A maior parte da ilha é coberta com árvores takamaka e árvores casuarina, que fornecem sombra nas praias de areia branca. A Ilha Curieuse é acessível por barco, a partir de Praslin.

    Vallée de Mai

    O gigante Coco de mer (Lodoicea maldivica), Seychelles

    O Vallée de Mai é uma reserva natural e um dos dois únicos lugares no mundo onde a rara palmeira de coco do mar cresce no seu estado natural (o outro fica perto da Ilha Curieuse). Inscrito na lista de Património Mundial da UNESCO, o Vallée de Mai é também um local de observação de aves: como o bulbul, pombo azul ou o papagaio preto ameaçado, dos quais restam apenas entre 500 e 900 exemplares em todo o planeta.

    Existem Três percursos para caminhadas na floresta, que permaneceu totalmente intocada até 1930. O trilho mais curto é de 1 km e o mais longo de 2 km. Há visitas guiadas gratuitas, duas vezes por dia, e estas são recomendadas porque irá ficar com bastante mais informação sobre a fauna e flora endémicas do vale.

    Victoria

    Praia nas Seychelles sem excesso de turistas

    Denominada Porto Victoria - em honra da rainha britânica após a sua coroação - a pequena capital das Seychelles é o único porto marítimo do país. Uma das principais atracções turísticas é o jardim botânico, inaugurado há mais de 100 anos. O jardim ocupa 15 hectares e aí florescem plantas nativas e exóticas e um jardim de orquídeas, além de raposas voadoras (morcegos) e tartarugas gigantes. Para ter uma ideia geral da flora e fauna das Seychelles visite o Museu de História Natural, que também exibe alguns artefactos históricos. A estrutura histórica mais proeminente na cidade de Victoria é a torre do relógio, um monumento erigido em 1903, uma espécie de irmão mais pequeno do Big Ben, em Londres.

    Atol de Aldabra

    Praia Aldabra, na Ilha Picard, Seychelles

    Património Mundial da UNESCO, o atol de Aldabra é o maior atol de coral elevado do mundo. Tubarões-tigre e raias costumam rondar o atol, que também acolhe milhares de aves, como fragatas, garças, flamingos maiores, e o peneireiro malgaxe. Além da extensa colecção de aves, Aldabra é o habitat de 200 mil tartarugas terrestres gigantes - cinco vezes mais do que nas Galápagos.

    Quando visitar as Seychelles

    O clima é tropical, com temperaturas do ar a rondar os 30°C, e temperaturas da água a rondar os 28°C. Estas condições tornam as Seychelles num destino paradisíaco durante todo o ano. A estação das chuvas inicia-se em Outubro e termina em Março, com temperaturas quentes e ar húmido. A precipitação mais alta ocorre em Dezembro e Janeiro, mas não deixe que isso o afaste das Seychelles, já que as chuvas tropicais tendem a ocorrer à tarde e de uma forma breve.

     

    A estação fria e com pouca chuva estende-se de Abril a Setembro, quando o vento de sudoeste faz baixar os termómetros para cerca de 22° C. Os mares não são tão calmos como durante o período das monções, entre Novembro e Março, mas irá encontrar boas condições para mergulhar e explorar as ilhas. Pessoalmente, aconselho Outubro para visitar as Seychelles.

    Seychelles - Estado do tempo



    Segurança nas Seychelles

    Antes de partir em viagem é extremamente importante verificar as condições de segurança no país e região que vai visitar. Há vários motivos para dar uma vista de olhos nas informações detalhadas sobre segurança. Primeiro, pela sua própria salvaguarda e, também, para planear melhor a sua viagem. Depois, para se manter actualizado caso ocorra alguma situação menor ou grave durante a sua estadia nas Seychelles.

    O meu conselho é que, mesmo antes de reservar o voo para o seu destino de eleição, espreite o site Governo inglês e verifique se existe alguma indicação de problemas. Alguns exemplos que podem surgir antes ou durante a sua estadia e que merecem monitorização permanente são: atentados em Londres, manifestações na Venezuela, greves e cortes de estrada na Bolívia, furações nas Caraíbas, inundações na Ásia, ou fogos florestais em Portugal ou na Austrália.


    Além disso, o site dispõe - para alguns países - de mapas regionais detalhados indicando os locais e regiões em que é desaconselhada a visita para turistas. O site é actualizado com muita regularidade para todos os países. A informação está, obviamente, escrita em inglês, mas caso tenha dificuldade em perceber a língua inglesa pode optar por um tradutor online como o Google.

    Artigos sobre as Seychelles