Início EuropaGeórgia

    Geórgia

    População - 4,926,087 (Julho 2018 est.)

    Capital - Tbilisi

    Língua oficial - Geórgio

    Moeda oficial - Lari georgiano (GEL)

    Código Internacional de telefone - +995

    Fuso horário - UTC/GMT +4

    Principais aeroportos - Aeroporto Internacional de Tbilisi (TBS) | Aeroporto Internacional de Kutaisi (KUT)

    Tbilisi

    Palácio presidente, Tbilisi

    A histórica e vibrante capital da Geórgia espalha-se pelas duas margens do rio Mtkvari e é cercada por colinas. Tbilisi é uma cidade fascinante e que nos prende, nos obriga a ficar mais dias do que inicialmente pensamos. O ambiente é relaxado e há muito por onde passear e ainda mais vinho e comida para provar em bons bares e restaurantes. Tbilisi é a capital da Geórgia desde o século IV e sua arquitectura diversificada reflecte também a sua longa e complicada história.

     

    Uma das melhores maneiras de apreciar este lugar único é passear pelas suas ruas, especialmente na colorida Cidade Velha. Durante os passeios pela capital georgiana, irá deparar-se com edifícios renovados e modernos, mas também prédios de estilo soviético a precisar de reparações. Na cidade, alguns dos destaques são também o Forte de Narikala, de onde pode apreciar o panorama deslumbrante da cidade, ou banhar-se em enxofre nas fontes termais naturais.

     

    Irá encontrar também em Tbilisi, muitos restaurantes, cafés-bares, ao ar livre e galerias de arte, como o Museu Moma, na avenida Rustaveli. Visível de quase todo o lado é também a enorme Catedral da Trindade (Sameba) - uma das mais altas catedrais ortodoxas do mundo.

    Svaneti

    Mestia, Geórgia

    Se tivesse que escolher apenas uma região para visitar em toda a Geórgia, seria, sem dúvida, Svaneti. Preservada pelo seu longo isolamento, a região de Svaneti, nas montanhas do Cáucaso, é um exemplo excepcional de paisagens montanhosas com aldeias de tipo medieval.

     

    Localizada no noroeste da Geórgia, Svaneti, oferece-nos vistas estupendas para desfiladeiros, rios selvagens e montanhas majestosas, ainda que para lá chegar seja necessário viajar ao longo de estradas íngremes e estreitas.

    As paisagens são de tirar o fòlego, não só por serem magníficas, mas também porque para as subir é preciso boa forma física. Em Mestia - e outras aldeias como Ushguli - habitam os povos Svan, um subgrupo ético de georgianos, com um dialecto e tradições próprias e típica comida georgiana.

     

    As vacas, porcos, cavalos passeiam nas ruas ao lado de carros e pessoas. É um lugar único e admirável.

    Batumi

    Batumi, Geórgia

    Batumi é uma cidade que procura a modernidade na costa do Mar Negro. É a segunda maior cidade da Geórgia e para onde migram, pelo menos no Verão, milhares de turistas locais.

     

    A arquitectura é uma combinação de estilos europeus e asiáticos. Isto é visível à noite, quando uma parte dos edifícios é iluminada por vibrantes cores. Batumi é uma cidade projectada para atrair não só turistas, mas também apostadores para os vários casinos.

     

    Batumi, na república autónoma de Adjara, é frequentemente chamada de a “Pérola do Mar Negro” e as principais razões para a visitar são: apostas, banhos de sol e para atravessar a fronteira a Turquia.

    Vardzia

    Vardzia, Geórgia

    O único monumento da arquitectura georgiana, a cidade de Vardzia, situada em pedra, está situada em Aspindza, antiga província de Samtskhe, na Geórgia. O mosteiro subterrâneo de Vardzia foi construído no século XII, no reinado do “rei” Tamar, a primeira mulher que foi coroada como rei na história da Geórgia. Historiadores modernos referem-se a Tamar como a “Rainha dos Reis”.

     

    Situada nas encostas das montanhas Erusheti, Vardzia foi construída, na Geórgia, no século XII por moradores que buscavam refúgio dos invasores e ataque das tropas mongóis. Os georgianos procuravam claustros escondidos para protecção e um dos mais impressionantes criado foi o de Vardzia, tornando-se num incrível refúgio e história de auto-suficiência.

     

    No auge, Vardzia estendia-se por quase meio quilómetro, com mais de dez níveis, milhares de pequenas habitações, sistema de irrigação, uma igreja e uma sala do trono para Tamar, a monarca que decretou a construção da incrível estrutura. Vardzia situa-se a cerca de quatro horas de carro da capital Tbilisi.

    Kazbegi

    Igreja da Trindade de Gergeti, Geórgia

    Kazbegi é um destino de viagem incrível na Geórgia. Existe uma abundância de passeios pelos incríveis vales, mas o destaque é para o caminho que o leva até à Igreja da Trindade de Gergeti, em Stepantsminda, a mais de 2100 metros de altitude. Stepantsminda, conhecida como Kazbegi, é uma pequena cidade no nordeste da Geórgia, perto da fronteira com a Rússia.

     

    O Parque Nacional Kazbegi está localizado nas encostas norte da cordilheira do Cáucaso. É um dos lugares mais bonitos do país e para muitos georgiano se deslocam no Verão, para acampar nos sopés das imponentes montanhas.

     

    Kazbegi é um dos melhores lugares na Geórgia para o contacto com a natureza, actividades ao livre, como caminhadas, andar de bicicleta, parapente, montanhismo, equitação, para fotografar ou apenas para abrir os pulmões e receber o ar puro das montanhas.

     

    Ainda antes de lá chegar, entre Tbilisi e Kazbegi - ao longo da Estrada Militar - irá passar pelo Castelo de Ananuri, pela barragem de Zhinvali e pelo monumento de amizade Rússia-Geórgia.

    Kutaisi

    Mosteiro de Gelati, Geórgia

    Kutaisi é a terceira cidade mais populosa da Geórgia, somente atrás de Batumi e Tbilisi. Kutaisi é uma cidade localizada no coração da Geórgia, onde pontificam belos e importante mosteiros,pessoas acolhedoras e um ambiente autêntico. Esta é uma cidade muitas vezes ignorada pelos turistas, mas Kutaisi é uma das cidades mais charmosas da Geórgia.

     

    É também o ponto de partida para Imereti, a região rica em belezas naturais e marcos históricos. Em Kutaisi é obrigatório visitar os mosteiros de Motsameta e Gelati, além de uma ida ao Bazaar - um local autêntico de comércio, com frutas, vegetais, carne, queijo e muitas outras variedades de produtos. A sul da cidade, a região vinícola da Imeret é o local indicado para descobrir pequenas adegas ou vinhas familiares.

    Gastronomia e vinho

    Khinkali, Geórgia

    A comida e o vinho formam parte da identidade da Geórgia e, mesmo sem ser uma atracção turística estática, a verdade é que um dos destaques numa viagem à Geórgia.

     

    Evidências arqueológicas demonstram que o vinho terá sido produzido no país da ex-União Soviética há quase 8.000 anos, tornando-o um dos países mais antigos do mundo a produzir vinho. Em áreas rurais e pequenas cidades, muitas pessoas ainda produzem o seu próprio vinho e não é incomum encontrá-lo à venda.

     

    A comida é algo pesada, com muitos pratos de pão e queijo, nozes, carne e outros ingredientes que a tornam algo massuda ao fim de algum tempo. No entanto, os sabores são óptimos e também há opções vegetarianas, especialmente pratos de beringela. Não deixe de provar churchkhela, khinkali, kharcho, khachapuri ou pkhali, além da forte bebida chacha.

    Geórgia - Estado do tempo



    Segurança na Geórgia

    Antes de partir de viagem é extremamente importante verificar quais as condições de segurança no país e região que vai visitar. Há vários motivos para dar uma vista de olhos nas informações detalhadas sobre segurança. Primeiro, pela sua própria salvaguarda e, também, para planear melhor a sua viagem. Depois, para se manter actualizado caso ocorra alguma situação menor ou grave durante a sua estadia na Geórgia.


    O site do Governo inglês é actualizado com muita regularidade para todos os países e o meu conselho é que, mesmo antes de reservar o voo para o seu destino de eleição, espreite o site e verifique se existe alguma indicação de problemas. A informação está, obviamente, escrita em inglês, mas caso tenha dificuldade em perceber a língua inglesa pode optar por um tradutor online como o Google.


    Alguns exemplos que podem surgir antes ou durante a sua estadia e que merecem monitorização permanente são: atentados em Londres, manifestações na Venezuela, greves e cortes de estrada na Bolívia, furações nas Caraíbas, inundações na Ásia, ou fogos florestais em Portugal. Além disso, o site dispõe - para alguns países - de mapas regionais detalhados indicando os locais em que é desaconselhada a visita para turistas.

    Artigos sobre a Geórgia


    Ainda não existem artigos. Explore outros destinos nos Lugares Incertos